Home Blog

Festival Internacional de Jogos Musicais para Educadores

Thursday, 09 October 2014 Published in Cursos Written by Read 10953 times

Festival Internacional de Jogos Musicais para Educadores - Nosso Primeiro evento internacional

Professores do Brasil da Colombia e da Espanha reunidos em uma semana de Oficinas para a Educação Musical.

Fotos das Oficinas de Brincadeiras Musicais - Setembro de 2014

Wednesday, 08 October 2014 Published in Cursos Written by Read 3262 times

Nos dias 27 e 28 de Setembro de 2014 aconteceram em São Paulo 4 oficinas de Brincadeiras Musicais para Educadores realizadas por Uirá Kuhlmann e Estêvão Marques. Ao todo foram 16 horas de oficinas com muita aprendizagem e diversão.  

Nos dias 27 e 28 de Setembro de 2014 aconteceram em São Paulo 4 oficinas de Brincadeiras Musicais para Educadores realizadas por Uirá Kuhlmann e Estêvão Marques. Ao todo foram 16 horas de oficinas com muita aprendizagem e diversão.  

Zóltan Kodály

Saturday, 07 January 2012 Published in Pedagogo Ativos Written by

Princípios: O canto é um dos pilares do seu método, estratégia economicamente viável, sem a necessidade de comprar instrumentos para todos, já que a voz é o instrumento natural e mais intimamente ligado à cultura. Trabalha a leitura e a escrita musical, a percepção e a rítmo. As atividades partem de abordagens através de jogos, improvisação, entre outros. O método kodály inicia em canções com poucas notas e facilidade rítmica  onde gradativamente se amplia as dificuldades.

Manossolfa: Sistema tônica solfa (ou dó móvel)

Palavras rítmicas: Sistema de sílabas relacionado à rítmica

Folclore: Difundir e aprender a música através do repertório da cultura do seu país

 

Referências Bibliográficas:

SANTIAGO, Glauber - "Origens e desenvolvimento da educação musical: Uma breve visão" - UFSCAR Virtual, São Carlos (2008).

FONTERRADA, Marisa Trench de Oliveira - "De tramas e fios: um ensaio sobre música e educação" - UNESP, São Paulo (2005).

Edgar Willems

Saturday, 07 January 2012 Published in Pedagogo Ativos Written by

Princípios: Objetivos Musicais: Fazer amar a música antes de tudo como linguagem, mas também como uma arte e ciência. Estabelecer as bases da arte musical desenvolvendo o ouvido musical e o sentido rítmico.

Objetivos Humanos: Solicitar todas as faculdades sensório motoras, afetivas, mentais e intelectuais. Desenvolvê-las e harmonizá-las entre si.

Objetivos Sociais: Oportunizar a todos, qualquer que sejam os dons iniciais, as idades e as origens. Aproveitar o máximo da situação de pequenos grupo para cultivar as riquezas e as exigências de encontro com o outro (escuta, expressão de cada um, comunicação). Favorecer o prolongamento desta atividade no meio educativo geral, como a "música em família" por exemplo.

Sensorialidade Auditiva

Reconhecimento das características sonoras, jogos, canto de canções, sons de diferentes naturezas, teclados especiais, relação entre intervalos musicais e qualidades afetivas e comparação e análise de sons percebidos.

 

 

Referências Bibliográficas:

SANTIAGO, Glauber - "Origens e desenvolvimento da educação musical: Uma breve visão" - UFSCAR Virtual, São Carlos (2008).

FONTERRADA, Marisa Trench de Oliveira - "De tramas e fios: um ensaio sobre música e educação" - UNESP, São Paulo (2005).

Carl Orff

Saturday, 07 January 2012 Published in Pedagogo Ativos Written by

Princípios: Propõe levar a todo mundo à música, não somente a aprender música, mas permitir a todo mundo "fazer música" como meio de expressão. Que cada criança possa expandir-se vivamente, explorando, desenvolvendo sua musicalidade, se comunicando através dela. Esta música "para si e feita por si próprio", na qual " o fato de participar é mais importante que o resultado", ficará constantemente ligada a idéia de "música elementar"

Ostinato (Repetição) e Instrumental Orff, A Criança encontra segurança na repetição

Oferece a criança tocar e cantar em conjunto, desde a tenra idade. A consciência auditiva é estimulada pela descobertas das relações entre as partes no conjunto.

Memória musical, independência rítmica, e coordenação motora são desenvolvidos a medida que executam partes musicais que vão gradativamente desafiando suas habilidades.

Noção de  elementos músicais como, Bordão, melodia, pulso, altura dos sons, intenção  e finalidade de cada instrumento na composição musical.

Movimento e dança circular –  (noção corporal) A partir de danças circulares, compreender fraseologia da música, diferentes timbres e motivos rítmicos, noções de forma e de interiorização corporal do pulso e dinâmica.

Canones, Pergunta e Resposta, Improviso, Compreensão e independência musical, noção harmônica, Criação e fluidez rítmica, Musicalidade e raciocícnio.

 

Referências Bibliográficas:

SANTIAGO, Glauber - "Origens e desenvolvimento da educação musical: Uma breve visão" - UFSCAR Virtual, São Carlos (2008).

FONTERRADA, Marisa Trench de Oliveira - "De tramas e fios: um ensaio sobre música e educação" - UNESP, São Paulo (2005).

Émille Jaques Dalcroze

Saturday, 07 January 2012 Published in Pedagogo Ativos Written by

Princípios: O estudo da música é o conhecimento de si próprio. A música, arte da expressão, é a imagem humana: sentir para expressar-se conhecer para construir-se. Dalcroze quer que a música, passando pelo ouvido, chegue até a alma para abraçá-la e que a alma transforme o corpo em ressonâncias. A música transporta sua harmonia, sua melodia, seu ritmo, sua frase, seus silêncios para falar à nossa alma.

A Rítmica – (Movimento e ritmo)
Estudo do movimento – Desenvolve o organismo inteiro
Estudo do ritmo corporal – Sistema musculares, Centros nervosos, Graduações de Força e Elasticidade no espaço e no tempo, concentração e análise,
O Sentido auditivo do ritmo – Qualidades de receptividade, Expressão de Matizes de força e duração dos sons, Concentração e Espontaneidade.

O Solfejo –  (Vocalização)
Sentido dos Graus e das relações de elevações dos sons, Faculdade de recnhecimentos des seus timbres. Ensina a ouvir e a representar mentalmente as melodias e seus contrapontos, Improvisações

A Improvisação – (Combina as noções de rítmica e Solfejo)
Exteriorização Musical
Desenvolvimento do sentido táctil - motriz
Traduzir no instrumento os pensamentos musicais.

 

Referências Bibliográficas:

SANTIAGO, Glauber - "Origens e desenvolvimento da educação musical: Uma breve visão" - UFSCAR Virtual, São Carlos (2008).

FONTERRADA, Marisa Trench de Oliveira - "De tramas e fios: um ensaio sobre música e educação" - UNESP, São Paulo (2005).

Zóltan Kodály

Saturday, 07 January 2012 Published in Pedagogo Ativos Written by

Princípios: O canto é um dos pilares do seu método, estratégia economicamente viável, sem a necessidade de comprar instrumentos para todos, já que a voz é o instrumento natural e mais intimamente ligado à cultura. Trabalha a leitura e a escrita musical, a percepção e a rítmo. As atividades partem de abordagens através de jogos, improvisação, entre outros. O método kodály inicia em canções com poucas notas e facilidade rítmica  onde gradativamente se amplia as dificuldades.

Manossolfa: Sistema tônica solfa (ou dó móvel)

Palavras rítmicas: Sistema de sílabas relacionado à rítmica

Folclore: Difundir e aprender a música através do repertório da cultura do seu país

 

Referências Bibliográficas:

SANTIAGO, Glauber - "Origens e desenvolvimento da educação musical: Uma breve visão" - UFSCAR Virtual, São Carlos (2008).

FONTERRADA, Marisa Trench de Oliveira - "De tramas e fios: um ensaio sobre música e educação" - UNESP, São Paulo (2005).

Edgar Willems

Saturday, 07 January 2012 Published in Pedagogo Ativos Written by

Princípios: Objetivos Musicais: Fazer amar a música antes de tudo como linguagem, mas também como uma arte e ciência. Estabelecer as bases da arte musical desenvolvendo o ouvido musical e o sentido rítmico.

Objetivos Humanos: Solicitar todas as faculdades sensório motoras, afetivas, mentais e intelectuais. Desenvolvê-las e harmonizá-las entre si.

Objetivos Sociais: Oportunizar a todos, qualquer que sejam os dons iniciais, as idades e as origens. Aproveitar o máximo da situação de pequenos grupo para cultivar as riquezas e as exigências de encontro com o outro (escuta, expressão de cada um, comunicação). Favorecer o prolongamento desta atividade no meio educativo geral, como a "música em família" por exemplo.

Sensorialidade Auditiva

Reconhecimento das características sonoras, jogos, canto de canções, sons de diferentes naturezas, teclados especiais, relação entre intervalos musicais e qualidades afetivas e comparação e análise de sons percebidos.

 

 

Referências Bibliográficas:

SANTIAGO, Glauber - "Origens e desenvolvimento da educação musical: Uma breve visão" - UFSCAR Virtual, São Carlos (2008).

FONTERRADA, Marisa Trench de Oliveira - "De tramas e fios: um ensaio sobre música e educação" - UNESP, São Paulo (2005).

Carl Orff

Saturday, 07 January 2012 Published in Pedagogo Ativos Written by

Princípios: Propõe levar a todo mundo à música, não somente a aprender música, mas permitir a todo mundo "fazer música" como meio de expressão. Que cada criança possa expandir-se vivamente, explorando, desenvolvendo sua musicalidade, se comunicando através dela. Esta música "para si e feita por si próprio", na qual " o fato de participar é mais importante que o resultado", ficará constantemente ligada a idéia de "música elementar"

Ostinato (Repetição) e Instrumental Orff, A Criança encontra segurança na repetição

Oferece a criança tocar e cantar em conjunto, desde a tenra idade. A consciência auditiva é estimulada pela descobertas das relações entre as partes no conjunto.

Memória musical, independência rítmica, e coordenação motora são desenvolvidos a medida que executam partes musicais que vão gradativamente desafiando suas habilidades.

Noção de  elementos músicais como, Bordão, melodia, pulso, altura dos sons, intenção  e finalidade de cada instrumento na composição musical.

Movimento e dança circular –  (noção corporal) A partir de danças circulares, compreender fraseologia da música, diferentes timbres e motivos rítmicos, noções de forma e de interiorização corporal do pulso e dinâmica.

Canones, Pergunta e Resposta, Improviso, Compreensão e independência musical, noção harmônica, Criação e fluidez rítmica, Musicalidade e raciocícnio.

 

Referências Bibliográficas:

SANTIAGO, Glauber - "Origens e desenvolvimento da educação musical: Uma breve visão" - UFSCAR Virtual, São Carlos (2008).

FONTERRADA, Marisa Trench de Oliveira - "De tramas e fios: um ensaio sobre música e educação" - UNESP, São Paulo (2005).

Émille Jaques Dalcroze

Saturday, 07 January 2012 Published in Pedagogo Ativos Written by

Princípios: O estudo da música é o conhecimento de si próprio. A música, arte da expressão, é a imagem humana: sentir para expressar-se conhecer para construir-se. Dalcroze quer que a música, passando pelo ouvido, chegue até a alma para abraçá-la e que a alma transforme o corpo em ressonâncias. A música transporta sua harmonia, sua melodia, seu ritmo, sua frase, seus silêncios para falar à nossa alma.

A Rítmica – (Movimento e ritmo)
Estudo do movimento – Desenvolve o organismo inteiro
Estudo do ritmo corporal – Sistema musculares, Centros nervosos, Graduações de Força e Elasticidade no espaço e no tempo, concentração e análise,
O Sentido auditivo do ritmo – Qualidades de receptividade, Expressão de Matizes de força e duração dos sons, Concentração e Espontaneidade.

O Solfejo –  (Vocalização)
Sentido dos Graus e das relações de elevações dos sons, Faculdade de recnhecimentos des seus timbres. Ensina a ouvir e a representar mentalmente as melodias e seus contrapontos, Improvisações

A Improvisação – (Combina as noções de rítmica e Solfejo)
Exteriorização Musical
Desenvolvimento do sentido táctil - motriz
Traduzir no instrumento os pensamentos musicais.

 

Referências Bibliográficas:

SANTIAGO, Glauber - "Origens e desenvolvimento da educação musical: Uma breve visão" - UFSCAR Virtual, São Carlos (2008).

FONTERRADA, Marisa Trench de Oliveira - "De tramas e fios: um ensaio sobre música e educação" - UNESP, São Paulo (2005).

Se inscreva em nosso boletim mensal para receber comunicados

Últimas Novidades

Prev Next
Festa Musical da Educação - segunda turma!

Festa Musical da Educação - segunda turma!

27 horas de formação nos mais modernos métodos ativos da Educação Musical

Estêvão e Uirá em Fortaleza

Estêvão e Uirá em Fortaleza

Serão 16 horas de oficina, com certificação, trabalhando os seguintes conteúdos:

Estêvão e Uirá no Rio!

Estêvão e Uirá no Rio!

Serão 16 horas de oficina, com certificação, trabalhando os seguintes conteúdos: